1º Centenário da morte do arquitecto Alfredo D’Andrade (1839-1915)

Alfredo d’Andrade foi um ilustre português que deixou o seu nome e a sua obra associados, de modo exemplar, ao norte de Itália e a Portugal na segunda metade do século XIX.

“Arquitecto e pintor”, como gostava de se definir, foi um dos expoentes da cultura artística e do restauro em Itália, país onde foi importante pintor e professor, para além de destacado Superintendente de Monumentos das regiões do Piemonte e da Ligúria, bem como membro das mais prestigiadas comissões relativas ao restauro e à salvaguarda monumental. Em Portugal deixou um importante legado, designadamente em projectos e obras, assim como em contributos para a salvaguarda do património artístico e monumental.

Para comemorar o centenário da sua morte está a ser organizado um Colóquio Internacional com o tema “Alfredo D’Andrade (1839-1915) entre Itália e Portugal: cidade, arquitectura e património”, no qual contamos com a participação de estudiosos portugueses e italianos, bem como representantes de instituições ligadas ao património cultural e restauro, com o objectivo divulgar e enquadrar criticamente a sua obra e actividade, ainda pouco conhecidas em Portugal, bem como reflectir sobre as relações luso-italianas (em particular, na arquitectura) tanto numa perspectiva histórica, como num olhar prospectivo sobre o seu potencial na cultura contemporânea.

Data e Local

  • 29 de Outubro de 2015, 17h-20h: Consulado de Itália no Porto
  • 30 de Outubro de 2015, 14h-19h: Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa

As comemorações do Centenário da morte de Alfredo de Andrade terão continuidade em Itália nos dias 20 e 21 de Novembro 2015, em Turim e no Castello di Pavone, sob a organização do Comitato Alfredo de Andrade e do Politecnico di Torino.

Anúncios